A Bruxa de Trombudo central

Meu pai morou nessa pequena cidade de Santa Catarina e conta que esta história é verídica. Um certo senhor que tinha problemas nas pernas e andava de muleta teve um filho, essa criança era muito saudável e bonita, porem passado um tempo ela começou a ficar muito doente e pálida. Esse senhor a levou a vários médicos que não conseguiam diagnosticar o problema. Enquanto isso a criança ficava cada vez pior, foi ai que indicaram para esse senhor uma benzedeira. Quando esse senhor levou a criança na benzedeira à mesma lhe disse que seu neném estava embruxado e que estava condenado, iria morrer em poucos dias e nãohavia o que fazer, porem poderia descobrir qual era a bruxa que estava sugando as forças do neném, quando a criança estivesse sendo velada, o pai deveria destaparo pé do neném, que a bruxa onde estivesse viria tapar o pé do neném. A criança em poucos dias morreu e durante o velório o pai da criança lembrou da história e destapou o pé do neném, na mesma hora veio uma senhora conhecida na cidadee mãe de três rapazes, poremas, mas línguas da cidade diziam que ela era bruxa, essasenhora tapou o pé do neném. O pai da criança não acreditando no que viu e conhecendo aquela senhora de longa data, decidiu tirar a prova, destapou o pé da criança novamente, e novamente ela veio tapar. Muito desconfiado esse senhor pediu para que sua mulher levasse aquela sra para fora e ficasse longe do local do velório, assim feito osr pela terceira vez destapou o pé da criança e aquela sra veio de onde estava e tapou novamente o pé da criança, o pai revoltado começou a bater na sra com a bengala echamava ela de bruxa e assassina, o velório parou, o pessoal separou os dois e esse caso foi parar até na policia, pois os filhos dessa sra queriam matar o sr das muletas. Coincidência ou essasra era realmente a bruxa? Contam que no sitio onde essa sra morava toda noite de sexta feira de lua cheia os cavalos corriam a noite inteira sem ninguém monta-los e que na manhã seguinte os cavalos estavam muito suados e com s

Comentários

Formulário de contato

Nome

E-mail *

Mensagem *