MOTOQUEIRO DO ÁCIDO

Lenda do Motoqueiro do Ácido A lenda abaixo ficou conhecida em Curitiba no ano de 1991 : Rodolfo era um motoqueiro pacífico quando se apaixonou por Patrícia , uma linda loira alta e de olhos azuis . De um jeito rápido os dois começaram a namorar . Porém , sempre quando Rodolfo estava trabalhando , esta moça dava um jeito de trair o coitado . Uma certa vez , este motoqueiro foi trabalhar e a sua namorada recebeu um homem em sua casa . Porém , naquele dia todos os funcionários da firma de Rodolfo foram dispensados do serviço . Assim , o motoqueiro resolveu visitar a sua namorada . Como a porta da casa dela estava aberta , o rapaz penetrou na residência , abriu a porta do quarto de Patrícia e pegou esta moça cometendo o ato de traição . Naquele momento , o outro rapaz com quem a loira estava , pulou a janela e o casal começou a discutir . Deste jeito , no meio da discussão , Patrícia confessou ser portadora do vírus HIV e confirmou ter passado a doença a Rodolfo , de propósito . Então o motoqueiro , revoltado , derramou ácido no rosto da sua namorada , depois a matou e a enterrou no quintal de sua própria casa . Porém , Rodolfo ficou maluco e partiu para atos insanos : depois daquele dia , ele passou a andar de moto , com um vidro de ácido na mão e começou a jogar o produto em qualquer mulher loira que estivesse nos diversos pontos de ônibus da cidade . Esta lenda causou pânico entre julho e dezembro de 1991 , na cidade de Curitiba . Depois , nunca mais se ouviu falar nela e não se sabe direito o fim que levou o motoqueiro Rodolfo . 

Comentários

Formulário de contato

Nome

E-mail *

Mensagem *