Olho de sogra

Maria era uma mãe de família , que morava com sua sogra má e idosa chamada Gertrudes . Esta velha vivia implicando com a sua nora , dizendo que ela não trabalhava direito e que sua comida era ruim . Ela sempre exclamava a mesmas frases para Maria : - Eu vi tudo com estes olhos que a terra há de comer ! - Nada escapa aos olhos de uma sogra ! Toda a vez que Pedro , marido de Maria , voltava das batalhas , a idosa mentia que era maltratada pela nora e o casal discutia feio . Um dia antes do aniversário de sua neta , Ana , Gertrudes jogou um prato de comida na cara de sua nora e queimou o rabo do animal de estimação da moça , que era um gato negro . Então Maria pensou : - Esta foi à gota da água ! - Matarei minha sogra ! Quando a idosa foi passear na Floresta Negra , sua nora a seguiu e a apunhalou pelas costas . Não contente com o crime , a moça arrancou os olhos da idosa e exclamou : - Realmente , a terra não comerá os seus olhos ! - Porém , uma pessoa muito importante apreciará esta delícia ! Assim a mulher voltou para a casa e continuou com os preparativos para a festa de aniversário da sua filha . Durante os preparativos dos confeitos , ele estava fazendo um doce chamado olho – de – cobra e no lugar das ameixas colocou os olhos da sua falecida sogra . No meio da festa , ela ofereceu esta guloseima especial ao seu marido , que experimentou e exclamou : - Que delícia este olho – de – cobra ! Desta maneira , a esposa explicou : - Este doce não é olho – de – cobra ! - É um novo doce que inventei chamado : olho - de – sogra .

Comentários

Formulário de contato

Nome

E-mail *

Mensagem *