Espelho (Maria bicalho)

Há quem diga que quebrar espelhos trás azar.Pois foi o que aconteceu com Julia, mas quebrar o antigo espelho da casa de sua avó truxe muito mais que simples azar. "Cubra todos os espelhos da casa quando alguém morre lá dentro" era uma frase conhecida, todos diziam que se o espelho não fosse coberto, a alma ficaria presa nele e procuraria vingança pelo tempo preso no espelho. Julia não sabia disso quando, brincando com uma bola, escondida em um dos quartos pois segundo a avó "meninas não devem brincar com bolas" descobriu um espelho belíssimo, que parecia ser muito antigo, e sem querer quebrou com sua brincadeira. Naquela noite, todos ouviram um barulho terrível, o som de alguém rolando as escadas e de uma coluna se partindo, e no dia seguinte, uma das criadas, a mais antiga, aquela que conhecia todos os segredos foi encontrada esfaqueada. Assim um a um, primeiro os criados mais antigos, depois os mais novos, até que finalmente a avó foi encontrada morta por envenenamento. A tia Margareth, sabia que era a próxima, mas ela sabia o que os estava atacando, e para ter certeza perguntou a Julia se ela tinha descoberto um espelho antigo, protegido por um lençol bordado, e se tinha retirado o lençol. Quando ela disse que havia quebrado o espelho, Margareth se apavorou, correu para o quarto do espelho, mas nunca chegou lá. Começou a ter convunções e acabou morrendo ali mesmo no corredor. Julia foi a ultima a morrer, logo depois da mãe, sem querer esperar pelo fantasma se jogou da escada e partiu a coluna morrendo do mesmo jeito que muitos anos antes uma garotinha morreu. Naquele tempo a crença era muito forte e [...]

Comentários

Formulário de contato

Nome

E-mail *

Mensagem *