A festa na semana santa

Antigamente, havia muito respeito na semana santa. Nesses dias, comia-se de forma moderada e se evitava a carne. Cantar, tocar, beber ou dançar nem pensar. Eram dias dedicados a reflexão, as orações, á penitencia e ao fortalecimento da fé. Abrandava-se ao trabalho. Fazia-se  o necessário. Falava-se baixo. Continham-se o riso e a vaidade. Temia-se o castigo, por falta de respeito. Os transgressores desses costumes eram malvistos.
Na sexta-feira da paixão, nem se fala. Era o dia consagrado a obediência máxima a esses costumes e tradições.
Com esse acatamento todo, numa aldeia á beira mar, enquanto esperavam a madrugada do sábado de aleluia, para se lançarem no mar com seus barcos, alguns pescadores consertavam suas redes, quando entre eles surgiu um rapaz desconhecido com uma viola nas costas.
Todos estranharam a viola nas costas num dia como aquele. No entanto, o rapaz era simpático, puxou conversa com um, depois com outro e foi se enturmando. Conversa vai e vem, o rapaz propôs cantarem um pouco. Mesmo com toda a lábia do sujeito, ninguém topou. 
O rapaz pegou uma garrafa de aguardente que trazia, tomou um gole e ofereceu a todos. Timidamente, um aceitou e os demais os seguiram. Foram se embebedando. Para o escândalo de uma velha que passava por perto, os homens já embriagados, começaram cantar, tocar e dançar.
O menino, neto da velha, que a acompanhava, observou e comentou com a avó que o estranho rapaz tinha pés de pato.
A mulher entrou em pânico, tentou alerta os homens, que eles festejavam com o diabo. Não lhe deram ouvido. Estavam alucinados a ponto de dizer, que até Jesus cristo, se estivesse ali, entraria naquela boa festa.
Impotente e indignada com a falta de respeito, a senhora pegou seu neto e saiu em frente.
De repente, os dois ouviram um grande estouro, voltaram-se e viram enormes labaredas de fogo, queimando tudo e todos, enquanto o coisa ruim tocava sua viola e cantava, no meio do fogo.


Comentários

  1. como eu faço para mandar uma lenda??

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. é só você escrever!

      Excluir
    2. Ao lado, nos quadrados verdes, tem o item: Mande sua lenda. Basta clicar, preencher os dados e enviar a história/estória.

      Excluir

Postar um comentário

Formulário de contato

Nome

E-mail *

Mensagem *