A Besta



Eu sou caminhoneiro a 30 anos e já vi muitas coisas estranhas nessas estradas mais ano passado no mês de agosto, ocorreu algo que nunca vou esquecer.

Estava na estrada, tinha partido de um posto de gasolina em Manaus em direção a Rio Preto, era umas 2:45 da madrugada e já estava meio sonolento quando vejo de longe um trecho da estrada bem iluminado e desconfiei, pois as luzes vinham de dentro de um manguezal bem denso.

Eu estava com muito medo de ser bandidos querendo roubar a carga mais quando passo bem de frente as mangueiras começo a me arrepiar com um vento frio que vinha de dentro dos manguezais, olho no relógio e vejo que já são 3:00 horas da madrugada. 

O caminhão por mais que eu o acelerasse continuava lento muito lento já quase parando e o trecho iluminado era de uns 300 metros, nessas horas nem me passava na cabeça de descer para ver qual o problema no caminhão, o medo era tamanho que eu mal me mexia.

Quando escuto uns grunhidos como de um cachorro mais bem alto demonstrando raiva muita raiva. Olho em volta e não vejo nada, quando olho para cima em uma galha do mangueiro por cima da estrada estava sentado um ser com chifres um focinho e uma grande boca que sorria um sorriso muito medonho.

Eu gritei esfreguei os olhos e quando olho de volta a criatura está lá. Como se quisesse pular em cima do caminhão só faltava uns 5 metro para passar bem de baixo daquilo, cara eu sou muito homem mais nessa hora meu medo falou mais alto, sair do carro correndo e bem nessa hora para meu alivio apareceu outro caminhão de um amigo meu que parou para me ajudar, eu subi e ele acelerou.



Quando passamos por baixo do galho não havia mais nada até a luz tinha se apagado e fiquei muito envergonhado voltei parra meu caminhão e desde esse dia nunca mais passei por esse lugar.  





Mauricio Mendeline, 28 de julho de 2015

Comentários

Postar um comentário

Formulário de contato

Nome

E-mail *

Mensagem *