Tente Sorrir!(história real)





Isso é algo que aconteceu comigo, e até hoje eu ainda não encontrei nenhuma explicação concreta para isso.

Eu vivi no Japão por 2 anos na ilha de Kyushu, em uma cidade rural. Trabalhava como professor de Inglês, e vivia em um apartamento em um complexo com 9 outros professores de inglês e um punhado de famílias japonesas.

Todos os nossos apartamentos eram de dois andares. Meu apartamento era o mais novo do grupo. Antes de mim, havia morado lá, um outro professor de Inglês que tinha vivido por 2 anos.

Me mudei no início de agosto, que é brutalmente quente e úmido no Japão. É tão úmido que o papel de parede no seu apartamento fica molhado e começa a enrolar-se. O único ar-condicionado no apartamento era no piso térreo e os quartos eram no andar de cima. Foi realmente desagradável e acabei por ter de dormir no andar de baixo para evitar o calor sufocante no meu quarto.

É assim que tudo começou.

Um dia, chego em casa da escola e encontro minha porta de trás aberta. Era uma porta de vidro e antes de eu sair para a escola, tinha fechado ela. Eu tinha trancado a porta da frente também. No início, eu pensei que talvez alguém tivesse arrombado, mas nada estava quebrado, e nem uma única coisa estava fora do lugar.

Um dos meus vizinhos veio e olhou em todos os lugares comigo, mas não encontramos nada estranho. Na época, eu pensei que não era grande coisa. Provavelmente apenas algumas crianças japonesas curiosas que pensavam que seria divertido olhar a casa de um estrangeiro.


Naquela noite, eu estava no andar de baixo e já estava me preparando para ir dormir. De repente, ouvi passos no andar de cima. No início, parecia alguém andando para trás e para frente entre os dois quartos. Então, de repente, parou.

Neste ponto, eu estava deitado no meu coxão, agitado e prendendo a respiração. Eu estava apavorado, e sem força alguma para me mover. Após cerca de um minuto de silêncio, ouvi um estrondo incrivelmente alto, como se algo enorme e pesado tivesse acabado de cair e bater no chão em cima de mim.

Corri para fora do meu apartamento e fui para a casa do meu vizinho. Eu convenci meu vizinho para voltar comigo e ir ao andar de cima, mas não encontramos nada.

E isto continuou a acontecendo todas as noites. sempre na mesma hora.

Uma noite, eu estava no bar local com mais dois outros professores de Inglês. Eles já estavam vivendo por lá a mais de 5 anos. Então aproveitei a ocasião e  comecei a contar-lhe sobre as coisas estranhas que estava acontecendo todas as noites, e como eu não estava conseguindo dormir por causa disso.

"Bem, há uma razão para isso", disse  um deles.

 "Antes de você. não havia outro professor naquele apartamento, ele passou vários anos vazio. Ninguém iria viver lá porque uma mulher se enforcou no andar de cima depois que seu marido a deixou. Os donos não queriam mais alugar porque  o lugar foi amaldiçoado, por isso estava vazio até que o Conselho de Educação decidiu alugá-lo para professores estrangeiros. "

Na época, eu achava que ele estava apenas fazendo as coisas para tentar assustar-me, mas um dia, perguntei ao meu chefe sobre isso. Ele imediatamente se tornou branco e disse que o outro professor não deve sair dizendo coisas assim. Tentei pressioná-lo para obter mais informações, mas ele não confirmou ou negou.

Um dia, ao limpar o meu apartamento , eu observei algo na parte de baixo da janela. Alguém tinha esculpido as palavras "Tente Sorrir", em japonês, cerca de 10 vezes. Quando eu vi isso, acho que o meu sangue, literalmente, correu frio.

Eu ainda não sei o que realmente aconteceu naquele apartamento , mas todas as noites durante o verão,aqueles ruídos voltam sem falhar.



Autor: Marcos Bennile,01 de maio de 2016





Comentários

Formulário de contato

Nome

E-mail *

Mensagem *