Amigos do Facebook




Você tem uma conta no Facebook?
Sabe aquelas pessoas no Facebook que você nem sequer conhece e tenta te adicionar? Bem, eu sou uma daquelas pessoas ...

Tudo começou cerca de um ano atrás. Um monte de coisas aconteceram desde então. Eu realmente nunca tive qualquer intenção de fazer uma conta no Facebook. Eu não queria me humilhar, deixando o mundo inteiro saber como impopular eu era. Mais ele estava na moda todos falavam sobre ele e talvez seria uma boa oportunidade de conseguir um amigo, então decidi criei uma conta.

No começo foi assustador, deixava o mundo inteiro saber o que eu estava fazendo. Eu estava perdendo a minha privacidade e liberdade, mas eu pensei que poderia me ajudar a finalmente me encaixar.

À primeira Facebook parecia muito estranho para mim. Eu tinha zero mensagens, Zero notificações e zero amigos . Era exatamente como na vida real, só que desta vez o mundo inteiro podia vê.

Independentemente disso, eu comecei a explorar o site. Joguei por um bom tempo Eu provavelmente teria jogado para sempre se eu não tivesse recebido o primeiro pedido de amizade.

Eu não podia acreditar. alguém queria ser meu amigo! Eu ansiosamente cliquei em Aceitar. Foi a melhor sensação que eu poderia descrever. Depois que eu cliquei no perfil da pessoa, eu vi
 que ele tinha centenas de amigos e inúmeras atualizações de status, todas com muitas curtidas e comentários. Eu queria muito isso.

Eu comecei a bisbilhotar através de sua lista de amigos e eu adicionei cada pessoa que ele era amigos. Levou cerca de cinco horas, mas valeu a pena. A maioria deles simplesmente me ignorou, mas outros aceitaram o meu pedido sem pensar duas vezes.

Passei as duas primeiras semanas adicionar pessoas. Então, eu adicionei todos que aparecia. Em pouco tempo, minha popularidade começou a crescer exponencialmente. As pessoas finalmente sabia quem eu era. Era tudo tão maravilhoso. Algumas das crianças na minha escola mesmo, começou a falar comigo. Era uma loucura. Eu começei a cair no amor com a rede social.

Eu me tornei um viciado em Facebook. Eu odiava não está on-line . A sensação de não saber o que todo mundo estava fazendo ou o que eles estavam pensando era esmagadora. Eu odiava o tempo que eu tinha que passar na escola. Cada hora de distância do Facebook parecia passar uma eternidade no inferno. Todo o tempo livre que eu tinha era para o site. Comecei a sonhar o usando e logo parei de sonhar completamente.

Eu desenvolvi insônia, o que foi ótimo para mim, porque isso significava que eu poderia gastar ainda mais tempo no Facebook, especialmente porque eu estava de férias.  Mas gastar tanto tempo com isso permitiu -me ver também o lado escuro do Facebook. Havia um monte de gente lá que ainda se recusava a aceitar os meus pedidos de amizade. Eu tinha enviado milhares e milhares e ainda assim eu só tinha cerca de 2000 amigos. Era óbvio que essas pessoas tinham algo contra mim ...

Por que outra razão que não quer ser meu amigo?

Sim. Por que outra razão?

Tinha que haver uma solução para tudo isso,  e era óbvio. Sim! Era tudo tão claro, então ... Tudo o que eu tinha a fazer era me livrar deles.

Eu ainda lembro da minha primeira vítima. Na verdade, eu não tinha nada contra ela. Ela era tão jovem, tão bonita e tão inocente. Eu nunca vou esquecer aqueles olhos ... aqueles penetrantes olhos negros. A coisa que eu mais me lembro sobre ela,  era o quanto ela sangrava e quão alto ela gritava.

Então revivi esse sentimento cada vez que eu escolhia uma nova vítima.

Pare para pensar, eu só lhe enviei um pedido de amizade. Se eu fosse você, eu pensaria duas vezes antes de clicar em Negar ...



Autor:  Maximilian Porky. 03 de outubro de 2016.





Comentários

Formulário de contato

Nome

E-mail *

Mensagem *